Lendo Drummond nesse São João

Posso dizer que eu não aproveitei e nem vivi o dia de hoje. Acordei eram 17:00 hrs e inventei de fazer a gravação de algum poema de Drummond. Mexendo na minha bagunça de textos soltos e livros com capa rasgada, achei A morte do leiteiro, poema drummondiano que gosto muito. Gravei bem calmo ao som dos fogos. Não posso reclamar deles, pois, afinal, nessa minha gravação eles serviram como trilha sonora para complementar a ideia do poema. Veja de que falo ouvindo:

Anúncios